Ainda sobre Vila de Rei. - EMdurance Runner
282
post-template-default,single,single-post,postid-282,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.3,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

Ainda sobre Vila de Rei.

Ao que parece, eu falo/escrevo muito, mas esqueço-me sempre de dizer metade. Nem falei sobre a organização, nem se gostei ou não… Enfim, uma tristeza!
Organização: Mais uma vez, presentearam-nos com uma prova extremamente interessante (vá, mais para os dos 60K+) e muito bem marcada. Desta vez, nunca em ocasião alguma me enganei. Nos cruzamentos, tiveram o cuidado de colocar ainda mais fitas para termos a certeza do caminho certo. Os abastecimentos foram suficientes para a distância de 23kms e completos em todos os aspetos. A única coisa menos positiva que posso dizer sobre os abastecimentos é que o primeiro abastecimento estava muito longe da partida: 15kms. Para uma prova de 23, e tendo em conta o calor que estava, torna-se excessivo. Até, porque, depois, o segundo abastecimento estava localizado a 5kms do primeiro. Talvez, por causa da tipologia do terreno e da dificuldade em ter um posto de abastecimento mais próximo, tenho sido a base desta decisão. Mas lembro-me que por entre o km 9 e 10, quando atravessámos a estrada nacional, havia um espaço bastante bom para ter o primeiro abastecimento. E penso que um 1º abastecimento por essa distância, não faria mal.
Sim, eu sei que temos de ser auto suficientes, mas mesmo que uma pessoa quisesse desistir por um qualquer motivo, teria que ir até ao km 15.
De resto, nada a apontar. Com elementos colocados em pontos chaves da prova, permitiu que se tirassem umas fotos muito giras ao atletas. No final, um bom banquete para aqueles que iam cruzando a meta com fome. Os banhos também estiveram à altura da ocasião. Usando os balneários das piscinas, a cerca de 600m da meta, permitiu que todos tomassem um banho refrescante com água quente (morna, vá. Fria para os últimos.)
A prova: Como já tinha dito, a primeira parte foi um pouco monótona e com bastante estradão. Bom para as velocidades, mau para quem gosta de coisas mais técnicas. A segunda parte foi bastante mais interessante, com bastantes zonas técnicas e muito giras. Hortas, canais de rega, cursos de água, paredes com degraus, alguma escalada, quedas de água, vegetação verdejante e alguma que nos arranhava as pernas. Gostei da prova. Mais da segunda parte que da primeira, mas é sempre tão bom estarmos a correr pelo meio da natureza. Correr faz-me feliz, como se vê pela foto abaixo.
Agora, falta a quarta e última etapa – Sertã – mas, antes disso, ainda tenho Piódão! 😀
Partilha com o mundo
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
No Comments

Post A Comment