Uncategorized Archives - EMdurance Runner
1
archive,category,category-uncategorized,category-1,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.3,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

Sim, falta um mês para mais uma edição do MIUT. Sim, estou inscrito de novo para tentar atravessar a ilha dentro do tempo limite. Sim, sei a dureza desta prova que é já uma referência a nível mundial no trail running. Sim, sei que é preciso treinar muito, e muito bem, para chegar àquela partida minimamente preparado. Sim, quero muito cruzar aquela meta, nem que seja às 7h59m de dia 29 de abril. Sim, estou mentalizado do sofrimento que vou sentir durante os 115kms. Mas não, não fiz o treino necessário, como podemos ver...

    Ser-se inteligente também é conhecermo-nos a nós próprios, as nossas capacidades em determinado momento da nossa vida e as lutas que podem ser travadas. E, neste momento, vivo uma espécie de paradoxo no meu cérebro, onde metade diz que consigo e a outra metade diz que talvez não seja bem assim. Passo a explicar: A Corrida do Tejo deu-me um boost de ânimo incrível por ter conseguido um tempo abaixo do esperado e, acima de tudo, por ter consigo meter a cabeça a trabalhar quando as pernas queria abrandar. E...

Na segunda-feira, se não bastasse já ter ficado com um períneo dorido, no final do dia um cão lembrou-se que era uma boa ideia abocanhar-me as costas. Nota para quem tem cães que não são de total confiança: usem trela ou açaime. Se têm pena de ter o animal fechado em casa o dia todo e quando chegam no final do dia querem que ele corra, um açaime resolve situações dolorosas para quem não tem culpa da vossa negligência. Segundo a dona, quando lhe pedi para ver se tinha...

Antes de começar nisto das corridas, experimentei as bicicletas. Na altura acabei por desistir porque ao fim de duas semanas já não me conseguia sentar onde quer que fosse, tais eram as dores no períneo. Isto foi há 8 anos. Desde então não mais andei de bicicleta. Até à segunda-feira passada, dia em que decidi dar mais uma oportunidade. Mas agora, em vez de andar pelas planícies alentejanas, andei pela cidade, cheia de semáforos e carros e peões. Foi uma volta pequena, 15kms em 1h34m (já fiz corridas...

Antes de mais quero começar por agradecer a todos os vossos comentários no post anterior. Apesar de não vos ter respondido, li todos e agradeci mentalmente a cada um de vocês. A verdade é que não foi fácil lidar com as coisas e, embora o desabafo me tenha feito bem, o ânimo andou para cima e para baixo, deixando-me sem vontade do que quer que fosse. Mas mesmo assim decidi que tinha de retomar o meu dia a dia em todas as suas vertentes, entre elas, a corrida. E...