Provas e treinos Archives - EMdurance Runner
4
archive,category,category-provas-e-treinos,category-4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.3,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

Todos temos sonhos. E não importa se são antigos ou recentes, se são mais simples ou mais complexos, quando os temos, queremos torná-los realidade. Algures durante o ano de 2015 comecei a ter um sonho. Tentei realizá-lo em abril de 2016 e fiquei a meio. Em 2017, quase todos os meus sonhos ficaram num limbo de incerteza se seriam alguma vez realizados. Este ano, no dia 28 de abril, tentei novamente realizá-lo, com um desfecho semelhante ao de 2016. O sonho, todos sabem, é terminar o MIUT - Madeira Island...

Quem me acompanha há algum tempo, seja na vida real ou neste mundo virtual, sabe que comecei a correr em 2010, fiz a primeira maratona em 2014, que em 2015 comecei a sério nos trilhos e rapidamente me aventurei num ultra trail, que em abril de 2016 tentei a primeira prova de ultra endurance que falhei - MIUT -, mas que no mês seguinte me redimi e terminei a OMD 100K, e, claro, que em maio de 2017 fui diagnosticado com esclerose múltipla. Ora, não é difícil perceber que...

Há aqueles dias em que tudo nos corre mal durante a prova. Ou porque não levamos as meias preferidas, porque começamos a pensar se desligámos o gás antes de sair de casa, porque nos entra uma pedrinha para o sapato, porque aos 2kms já estamos com vontade de ir à casa de banho, etc etc e tal.. Mas depois há aqueles dias em que os astros se alinham todos e a coisa corre bem. Aliás, até melhor do que alguma vez pensado. Foi o que me aconteceu no...

Fiz a Corrida do Aeroporto a primeira vez em 2014. Primeira e única até 2017. Apesar dos meus objetivos passarem pelos trilhos, como ainda não me sinto totalmente apto a grandes aventuras "no mato" e dada a proximidade da prova da minha casa, inscrevi-me. Objetivo: sub50! O treino, esse, estava aquém do desejado. Não que se precise de treinar muito para uma corrida de 10kms, mas convém fazer os mínimos olímpicos quando traçamos objetivos que poderão ser mais difíceis do que parecem. Na noite anterior, a convite da minha...

Em 2014, depois da Corrida do Aeroporto, escrevi isto: Porque correr é isto mesmo. É passar por um desconhecido e dizer-lhe que "a meta é já ali", que "é só mais um bocadinho" e "vamos juntos até ao fim?", e fazer-se isso mesmo, cruzar a meta com esse desconhecido e saber que nos ajudámos mutuamente. É o que este aperto de mãos representa. Em 2017, durante a Meia Maratona de Lisboa , eu fui esse desconhecido, onde várias pessoas que passavam por mim ou que estavam no público me...